Nota artística: noite feliz, sejamos confiantes

Quando eles começam a caminhar pelo campo, ninguém sabe o que vai acontecer. Quando eles se perdem pelos campos, ninguém sabe quem se vai perder primeiro. Seja qual for o contexto, seja qual for o confronto, quando o mesmo se inicia, há sempre algo escondido: o resultado final.

Em Braga não seria diferente. Aquelas pedras maiores do que a Sé local iriam assistir a um desafio que tem levantado muitas emoções nos últimos anos, entre campeonato e taças. O Sporting de Braga poderia partir como favorito mas o Rio Ave, apesar de andar a meio da tabela, só tinha sofrido sete golos em nove jogos.

Espera-se sempre a tal emoção. E espera-se sempre um encanto especial de um ou mais jogadores, embora se desconheça de onde esse encanto vai chegar.

Desencantado ficou Galeno, bem cedo. O avançado da equipa da casa nem chegou aos 20 minutos em campo. Estava frio lá fora e, aparentemente, também Galeno entrou frio para o jogo.

Galeno fica a olhar para um jogo em que a sua equipa estava a passar por dificuldades. Lá vai Mané, lá vai Dala, lá vai Mané outra vez… Rio Ave mais perigoso mas os minhotos é que marcaram. A salvação do Sporting de Braga estava outra vez na Horta.

Se na primeira parte o melhor que se retirou do Sporting de Braga foi a eficácia, na segunda parte pouco se retirou do Rio Ave. Fransérgio dobrou a vantagem anfitriã e o treinador adversário começou a mudar peças e esquemas. A certa altura, Mário Silva olhou para o céu e pensou: “Estendi-me ao comprido”.

Aí a noite já passou a ser fria para o lado de Vila do Conde, que procurava abrigo em qualquer canto.

O mesmo céu para onde Mário Silva olhava era de alegria para os seus adversários, que ainda marcaram novamente, pela estrela brilhante chamada Paulinho, que pouco tem brilhado no campeonato. E aí, se o 2-0 ainda poderia levantar dúvidas, o 3-0 deixou a gente local a sorrir.

Portanto, o Rio Ave tinha encaixado sete golos até chegar a Braga. Agora já são 10. Não foi uma noite feliz para os verdes e brancos.

Assim fechou o último jogo da I Liga antes do Natal.

E já daqui se vê o novo ano. Parabéns a quem superou 2020 com alegria e confiança. E, talvez, 2021 seja um ano maravilhoso. Afinal, quando há um ano nos preparávamos para o Natal de 2019, quem sabia que 2020 iria ser assim?

Ninguém sabe o que vem aí. Sejamos confiantes.

E diz-me lá, estimado leitor,
Se não fui tão original
Ao preparar este musical
Com tal dose de amor
E repleto de músicas de Natal…

[sc name=”CR”] [sc name=”assina” by=”NMT, ZAP” ]
PARTILHAR

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

- Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está a …

Trovants, as estranhas "pedras vivas" da Roménia que intrigam moradores (e fascinam cientistas)

Costesti, uma pequena cidade na Roménia, é o lar de estranhas manifestações geológicas que intrigam os habitantes locais com a sua aparência orgânica. Estas "pedras vivas" inspiram mitos sobre a capacidade de crescerem e moverem-se …

Cientistas descobrem (acidentalmente) nova espécie de cobra que estava escondida, porém à vista de todos

Jeff Weinell, investigador no Instituto de Biodiversidade da Universidade de Kansas, descobriu que três espécies de cobras preservadas na coleção de biodiversidade, encontradas em missões entre 2006 e 2012, e ignoradas até agora, pertenciam a …

Cientistas criam mini robô que navega pelo sistema vascular cerebral

Uma equipa de cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, aproveitou a energia hidrocinética, a energia mecânica resultante do movimento de líquidos, para chegar a lugares do corpo humano sem recorrer a …

Cientistas podem ter detetado pela primeira vez o nascimento de um magnetar devido a uma colisão colossal

Há muito tempo, no Universo distante, uma enorme explosão de raios-gama libertou mais energia em meio segundo do que o Sol irá produzir durante a sua vida inteira de 10 mil milhões de anos. Depois de …

Flor com mais de 100 milhões de anos foi preservada até agora por âmbar birmanês

Um grupo de investigadores da Oregon State University identificou um novo género de uma flor do período médio do Cretáceo. Esta foi encontrada congelada no tempo por âmbar birmanês. George Poinar Jr., professor da Faculdade de …

Novo tratamento pode travar sintomas da covid-19

No Reino Unido, uma equipa de cientistas acabou de recrutar os primeiros participantes de um novo estudo de anticorpos de longa ação. Se o tratamento for eficaz, pode dar àqueles que já foram expostos ao …

Ondulações no espaço-tempo podem fornecer pistas sobre os componentes ausentes do Universo

Quase tudo encaixa na Teoria do Universo. Alguns cientistas defendem que as ondulações subtis na estrutura do espaço-tempo podem ajudar a encontrar a peça em falta. As ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que …

O fumo dos incêndios florestais esconde uma ameaça pouco conhecida: micróbios infecciosos

Este ano foi especialmente problemático no que toca a incêndios florestais. Além das inúmeras consequências já conhecidas da inalação do fumo, há mais uma ameaça até agora pouco conhecida: pode ser uma nova rota de …

Califórnia vai ter os primeiros veículos de entrega totalmente autónomos

https://vimeo.com/498001611 Quase três anos depois de ter revelado o seu veículo de entrega autónomo, a startup Nuro teve finalmente luz verde para iniciar as operações comerciais na Califórnia. Embora seja um veículo totalmente autónomo, o R2 foi …