Mistério do leão de montanha deformado intriga biólogos

Leão de Montanha deformado

Um leão da montanha que foi morto por um caçador norte-americano está a deixar especialistas da vida selvagem e biólogos completamente confusos. Isto por causa de uma deformidade que não conseguem explicar.

Este animal tem um par de dentes totalmente formados no alto da cabeça, mesmo ao lado de uma orelha, além de bigodes como os que os felinos costumam ter em torno da boca.

CarnivoreScience / Twitter

Leão de Montanha deformado

O leão tinha um par de dentes e bigodes perto de uma orelha

O leão foi morto por um caçador na localidade de Preston, no Idaho, depois de ter atacado um cão numa propriedade norte-americana.

O proprietário do terreno perseguiu o animal até ao seu esconderijo nas montanhas e acabou por se deparar com um verdadeiro mistério biológico.

Membros do Departamento de Pesca e Caça do Idaho referem que os biólogos da região “nunca tinham visto nada assim”.

Ninguém sabe o que pode ter causado esta anomalia no leão de montanha, uma espécie comum no Idaho, mas há duas teorias que podem explicar este fenómeno.

Por um lado, os dentes na cabeça podem ser restos de um gémeo siamês que teria morrido no ventre da mãe e que foi depois absorvido pelo outro feto.

Por outro lado, pode tratar-se de um tumor teratoma ou um “tumor monstro”, como era conhecido na Antiga Grécia, que provoca o crescimento de dentes, cabelos e dedos.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. A notícia é tipo “bombástica”. Os chamados “teratomas” ou um “tumores monstros”, que provocam o crescimento de dentes, cabelos e/ou dedos, quase que uma espécie de “células estaminais desviadas do seu objetivo”, são praticamente do conhecimento vulgar (não é preciso ir à na Antiga Grécia).

    Agora a PARTE realmente INTERESSANTE desta notícia: mesmo que o tradutor automático (da Google, por ex.) seja uma ferramenta de muita utilidade (ótima para fazer um draft de um documento que é necessário traduzir!), traduzir por ” Departamento de Pesca e Jogo do Idaho” o “Idaho Fish and Game” reflete a total IGNORÂNCIA do redator da notícia. Leiam o que publicam por favor! Ao menos uma vez!

  2. Atenção mais uma vez à tradução. Mountain Lion não deve ser traduzido literalmente. Apesar de não ser Biólogo ou Zoólogo, desconfio que essa nomenclatura em Português não seja correcta. Trata-se de um Puma. Ora verifiquem lá nos dicionários sff.

    • Caro Vasco,
      Efectivamente, é mais correcto referirmo-nos em português ao “mountain lion” como “puma” ou “pantera”.
      Apesar de haver várias referências online em sites PT_pt ao “Leão da Montanha”, são essencialmente fruto de traduções imprecisas, como a nosso.

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

- Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está a …

Trovants, as estranhas "pedras vivas" da Roménia que intrigam moradores (e fascinam cientistas)

Costesti, uma pequena cidade na Roménia, é o lar de estranhas manifestações geológicas que intrigam os habitantes locais com a sua aparência orgânica. Estas "pedras vivas" inspiram mitos sobre a capacidade de crescerem e moverem-se …

Cientistas descobrem (acidentalmente) nova espécie de cobra que estava escondida, porém à vista de todos

Jeff Weinell, investigador no Instituto de Biodiversidade da Universidade de Kansas, descobriu que três espécies de cobras preservadas na coleção de biodiversidade, encontradas em missões entre 2006 e 2012, e ignoradas até agora, pertenciam a …

Cientistas criam mini robô que navega pelo sistema vascular cerebral

Uma equipa de cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, aproveitou a energia hidrocinética, a energia mecânica resultante do movimento de líquidos, para chegar a lugares do corpo humano sem recorrer a …

Cientistas podem ter detetado pela primeira vez o nascimento de um magnetar devido a uma colisão colossal

Há muito tempo, no Universo distante, uma enorme explosão de raios-gama libertou mais energia em meio segundo do que o Sol irá produzir durante a sua vida inteira de 10 mil milhões de anos. Depois de …

Flor com mais de 100 milhões de anos foi preservada até agora por âmbar birmanês

Um grupo de investigadores da Oregon State University identificou um novo género de uma flor do período médio do Cretáceo. Esta foi encontrada congelada no tempo por âmbar birmanês. George Poinar Jr., professor da Faculdade de …

Novo tratamento pode travar sintomas da covid-19

No Reino Unido, uma equipa de cientistas acabou de recrutar os primeiros participantes de um novo estudo de anticorpos de longa ação. Se o tratamento for eficaz, pode dar àqueles que já foram expostos ao …

Ondulações no espaço-tempo podem fornecer pistas sobre os componentes ausentes do Universo

Quase tudo encaixa na Teoria do Universo. Alguns cientistas defendem que as ondulações subtis na estrutura do espaço-tempo podem ajudar a encontrar a peça em falta. As ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que …

O fumo dos incêndios florestais esconde uma ameaça pouco conhecida: micróbios infecciosos

Este ano foi especialmente problemático no que toca a incêndios florestais. Além das inúmeras consequências já conhecidas da inalação do fumo, há mais uma ameaça até agora pouco conhecida: pode ser uma nova rota de …

Califórnia vai ter os primeiros veículos de entrega totalmente autónomos

https://vimeo.com/498001611 Quase três anos depois de ter revelado o seu veículo de entrega autónomo, a startup Nuro teve finalmente luz verde para iniciar as operações comerciais na Califórnia. Embora seja um veículo totalmente autónomo, o R2 foi …