Israel quer vacinar metade da população até ao fim de janeiro. Pandemia deverá ficar “para trás” em março

Amir Cohen / EPA

Benjamin Netanyahu foi o primeiro israelita a ser vacinado

Com quase 9 milhões de habitantes, Israel deu início ao seu programa de vacinação. O Governo já faz previsões positivas e assegura que se tudo correr bem, a pandemia no país está quase no fim.

Desde o início da vacinação, que o sistema de saúde de Israel já administrou mais de 400 mil vacinas. Este é o país onde o processo de vacinação está a ocorrer de forma mais rápida.

Segundo uma análise da Universidade de Oxford, Israel apresenta a maior taxa proporcional de vacinação, uma vez que 4,37% da população já foi imunizada. De seguida no ranking aparece o Barein (3,15%), Reino Unido (1,18%) e Estados Unidos (0,59%). Atualmente, quase 5 milhões de pessoas de 43 países já foram vacinadas contra a covid-19.

O governo israelita abriu postos de vacinação 24 horas por dia, 7 dias por semana, para tentar acelerar a processo de imunização. Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro do país, quer também que sejam aplicadas cerca de 150 mil doses diárias da Pfizer/BioNTech ainda em 2020.

Se assim for, a vacinação de metade da população pode ficar terminada até ao final de janeiro. De acordo com um relatório da Universidade Duke, nos EUA, Israel já comprou doses suficientes para imunizar toda a população inteira.

Até agora, Israel garantiu 8 milhões de doses da vacina Pfizer-BioNTech, 6 milhões da Moderna (já autorizada nos EUA) e 10 milhões da AstraZeneca-Oxford (não autorizada em nenhum país ainda).

O país registou quase 400 mil casos de covid-19 e 3.210 mortes, vivendo ainda um cenário onde está a haver um constante aumento do número de infeções. O avanço da pandemia levou o governo a iniciar no último domingo aquele que espera ser o último confinamento geral.

A quarentena vai durar pelo menos três semanas e tem como objetivo conter os contágios que estão a subir em grande escala, sobretudo nas duas últimas semanas, disse o Ministério da Saúde de Israel.

As vacinas representam uma “possibilidade muito alta de este ser o nosso último confinamento”, referiu Sharon Alroy-Preis, diretor dos serviços de saúde pública do ministério, à Rádio do Exército.

Se tudo ocorrer conforme está a ser planeado, Netanyahu afirmou que a imunização em massa e o controlo das infeções poderiam permitir que o país suspendesse em março de 2021 a situação de emergência que vigora desde o início da pandemia.

Caso o processo funcione, também poderia ajudar a uma possível reeleição de Netanyahu, após alguns passos menos positivos que incluem a suspensão do primeiro confinamento, a adoção inconsistente de restrições à circulação de pessoas e a lenta recuperação económica.

“Assim que terminarmos esta fase, em 30 dias podemos sair da pandemia do novo coronavírus, abrir a economia e fazer coisas que nenhum país pode fazer”, disse Netanyahu num discurso feito na televisão.

[sc name=”assina” by=”Ana Moura, ZAP” ]
PARTILHAR

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

- Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está a …

Trovants, as estranhas "pedras vivas" da Roménia que intrigam moradores (e fascinam cientistas)

Costesti, uma pequena cidade na Roménia, é o lar de estranhas manifestações geológicas que intrigam os habitantes locais com a sua aparência orgânica. Estas "pedras vivas" inspiram mitos sobre a capacidade de crescerem e moverem-se …

Cientistas descobrem (acidentalmente) nova espécie de cobra que estava escondida, porém à vista de todos

Jeff Weinell, investigador no Instituto de Biodiversidade da Universidade de Kansas, descobriu que três espécies de cobras preservadas na coleção de biodiversidade, encontradas em missões entre 2006 e 2012, e ignoradas até agora, pertenciam a …

Cientistas criam mini robô que navega pelo sistema vascular cerebral

Uma equipa de cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, aproveitou a energia hidrocinética, a energia mecânica resultante do movimento de líquidos, para chegar a lugares do corpo humano sem recorrer a …

Cientistas podem ter detetado pela primeira vez o nascimento de um magnetar devido a uma colisão colossal

Há muito tempo, no Universo distante, uma enorme explosão de raios-gama libertou mais energia em meio segundo do que o Sol irá produzir durante a sua vida inteira de 10 mil milhões de anos. Depois de …

Flor com mais de 100 milhões de anos foi preservada até agora por âmbar birmanês

Um grupo de investigadores da Oregon State University identificou um novo género de uma flor do período médio do Cretáceo. Esta foi encontrada congelada no tempo por âmbar birmanês. George Poinar Jr., professor da Faculdade de …

Novo tratamento pode travar sintomas da covid-19

No Reino Unido, uma equipa de cientistas acabou de recrutar os primeiros participantes de um novo estudo de anticorpos de longa ação. Se o tratamento for eficaz, pode dar àqueles que já foram expostos ao …

Ondulações no espaço-tempo podem fornecer pistas sobre os componentes ausentes do Universo

Quase tudo encaixa na Teoria do Universo. Alguns cientistas defendem que as ondulações subtis na estrutura do espaço-tempo podem ajudar a encontrar a peça em falta. As ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que …

O fumo dos incêndios florestais esconde uma ameaça pouco conhecida: micróbios infecciosos

Este ano foi especialmente problemático no que toca a incêndios florestais. Além das inúmeras consequências já conhecidas da inalação do fumo, há mais uma ameaça até agora pouco conhecida: pode ser uma nova rota de …

Califórnia vai ter os primeiros veículos de entrega totalmente autónomos

https://vimeo.com/498001611 Quase três anos depois de ter revelado o seu veículo de entrega autónomo, a startup Nuro teve finalmente luz verde para iniciar as operações comerciais na Califórnia. Embora seja um veículo totalmente autónomo, o R2 foi …