“A Leiteira”. Filme censurado na Nigéria é possível candidato aos Óscares

(cv)

“A Leiteira” é um potencial candidato aos Óscares. Na Nigéria, o filme foi parcialmente censurado, com o Governo a cortar algumas das cenas mais poderosas.

“A Leiteira” é um filme nigeriano, escrito e realizado por Desmond Ovbiagele, que é potencial candidato à próxima cerimónia dos Óscares. O filme conta a história de Zainab, uma leiteira de uma minoria étnica africana que enfrenta extremistas religiosas na procura pela sua irmã desaparecida.

A crítica cinematográfica argumenta que é o melhor filme nigeriano dos últimos anos. No entanto, o Conselho Nacional de Censores de Cinema e Vídeo da Nigéria não é particularmente fã.

O Governo nigeriano não ficou satisfeito com a versão final do filme e censurou diversas cenas, com medo que pudesse ofender os muçulmanos. Foram removidos cerca de 24 minutos do filme original, salienta o portal OZY.

Desta forma, a longa-metragem ficou desprovida de alguma das cenas mais impactantes e poderosas. Outras cenas retiradas soam banais ao cidadão ocidental moderno. Por exemplo, uma delas envolve uma personagem feminina a manifestar desejo sexual.

“Qualquer coisa que possa causar um alvoroço não deve ser incluída porque sabemos onde estamos como sociedade”, avisou Alonge Oyadiran, diretor do Conselho de Censura. O realizador, Desmond Ovbiagele, discorda.

“Algumas coisas não faziam sentido. Tivemos que cortar tudo – guarda-roupa, linguagem, diálogo que era uma representação autêntica de uma religião em particular, embora não haja nada no filme que afirme que a religião foi diretamente responsável pela violência”, argumenta o artista.

A versão original do filme foi enviada para os Óscares, mas apenas a versão censurada pode ser exibida na Nigéria.

O filme retrata a guerra contra o Boko Haram, a organização jihadista islâmica sunita responsável pela morte de mais de 37 mil pessoas na Nigéria. Para perceber melhor a realidade deste conflito, Ovbiagele leu milhares de páginas de notícias e relatórios, e falou com vítimas reais que escaparam à violência deste grupo terrorista.

“Os sobreviventes narravam as mais terríveis experiências de uma maneira muito desapaixonada. Eles conseguiam revelar quase casualmente como entes queridos foram massacrados à frente deles“, conta Ovbiagele.

O realizador pretende negociar com uma plataforma de streaming para que “A Leiteira” possa ser exibido sem qualquer tipo de censura.

[sc name=”assina” by=”Daniel Costa, ZAP” ]
PARTILHAR

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

- Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está a …

Trovants, as estranhas "pedras vivas" da Roménia que intrigam moradores (e fascinam cientistas)

Costesti, uma pequena cidade na Roménia, é o lar de estranhas manifestações geológicas que intrigam os habitantes locais com a sua aparência orgânica. Estas "pedras vivas" inspiram mitos sobre a capacidade de crescerem e moverem-se …

Cientistas descobrem (acidentalmente) nova espécie de cobra que estava escondida, porém à vista de todos

Jeff Weinell, investigador no Instituto de Biodiversidade da Universidade de Kansas, descobriu que três espécies de cobras preservadas na coleção de biodiversidade, encontradas em missões entre 2006 e 2012, e ignoradas até agora, pertenciam a …

Cientistas criam mini robô que navega pelo sistema vascular cerebral

Uma equipa de cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, aproveitou a energia hidrocinética, a energia mecânica resultante do movimento de líquidos, para chegar a lugares do corpo humano sem recorrer a …

Cientistas podem ter detetado pela primeira vez o nascimento de um magnetar devido a uma colisão colossal

Há muito tempo, no Universo distante, uma enorme explosão de raios-gama libertou mais energia em meio segundo do que o Sol irá produzir durante a sua vida inteira de 10 mil milhões de anos. Depois de …

Flor com mais de 100 milhões de anos foi preservada até agora por âmbar birmanês

Um grupo de investigadores da Oregon State University identificou um novo género de uma flor do período médio do Cretáceo. Esta foi encontrada congelada no tempo por âmbar birmanês. George Poinar Jr., professor da Faculdade de …

Novo tratamento pode travar sintomas da covid-19

No Reino Unido, uma equipa de cientistas acabou de recrutar os primeiros participantes de um novo estudo de anticorpos de longa ação. Se o tratamento for eficaz, pode dar àqueles que já foram expostos ao …

Ondulações no espaço-tempo podem fornecer pistas sobre os componentes ausentes do Universo

Quase tudo encaixa na Teoria do Universo. Alguns cientistas defendem que as ondulações subtis na estrutura do espaço-tempo podem ajudar a encontrar a peça em falta. As ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que …

O fumo dos incêndios florestais esconde uma ameaça pouco conhecida: micróbios infecciosos

Este ano foi especialmente problemático no que toca a incêndios florestais. Além das inúmeras consequências já conhecidas da inalação do fumo, há mais uma ameaça até agora pouco conhecida: pode ser uma nova rota de …

Califórnia vai ter os primeiros veículos de entrega totalmente autónomos

https://vimeo.com/498001611 Quase três anos depois de ter revelado o seu veículo de entrega autónomo, a startup Nuro teve finalmente luz verde para iniciar as operações comerciais na Califórnia. Embora seja um veículo totalmente autónomo, o R2 foi …