Ex-diretora de IPSS e marido acusados de fraude

Mário Cruz / Lusa

A antiga diretora de uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) e o marido foram acusados pelo Ministério Público (MP) do Montijo de terem enganado a Segurança Social sobre o número de utentes a seu cargo para obterem rendimentos avultados.

A notícia é avançada pelo Jornal de Notícias, que adianta que a ex-diretora-geral de uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) sem fins lucrativos e o marido terão montado um esquema fraudulento que enganou a Segurança Social.

Os arguidos estão acusados de crimes de abuso de confiança qualificado, de fraude qualificada contra a Segurança Social, de falsificação e de branqueamento de capitais.

Além de, alegadamente, terem adulterado o número de utentes da IPSS de forma a obter “um aumento indevido da prestação social” que o casal usava em “proveito próprio”, os arguidos “engendraram um plano por forma a conseguirem a transferência de quantias monetárias pertencentes à IPSS para contas bancárias por si movimentadas“.

Segundo o comunicado da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), os dois arguidos obtinham “quantias monetárias que não lhes pertenciam e que haviam sido transferidas de forma fraudulenta, em prejuízo da IPSS”.

A investigação também apurou que os arguidos terão entregue a terceiros outras quantia de dinheiro para “esconder a sua proveniência ilícita”.

“Procederam à movimentação de tais contas, gastando as quantias obtidas em proveito próprio e/ou entregando-as a terceiros, através do levantamento em numerário ou de transferência para outras contas, e procurando esconder a sua proveniência ilícita”, lê-se no comunicado.

O Ministério Público do Montijo pede que os dois arguidos sejam julgados em tribunal coletivo e requereu que fosse declarado perdido a favor do Estado 638.161,21 euros.

[sc name=”assina” by=”Liliana Malainho, ZAP” url=”” source=””]
PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois, em Portugal os empresários e os empreendedores são mal tratados, enquanto que nos países desenvolvidos são acarinhados, apoiados e incentivados.
    Nós por cá, em detrimento de empresas, preferimos IPSS, associações, fundações, institutos, agências, centros disto e daquilo. Enfim, preferimos quem rouba milhões à socapa por baixo da aparência de quem não ganha um cêntimo.
    E ainda há quem diga que estes casos são RARÍSSIMAS?!

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

- Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está a …

Trovants, as estranhas "pedras vivas" da Roménia que intrigam moradores (e fascinam cientistas)

Costesti, uma pequena cidade na Roménia, é o lar de estranhas manifestações geológicas que intrigam os habitantes locais com a sua aparência orgânica. Estas "pedras vivas" inspiram mitos sobre a capacidade de crescerem e moverem-se …

Cientistas descobrem (acidentalmente) nova espécie de cobra que estava escondida, porém à vista de todos

Jeff Weinell, investigador no Instituto de Biodiversidade da Universidade de Kansas, descobriu que três espécies de cobras preservadas na coleção de biodiversidade, encontradas em missões entre 2006 e 2012, e ignoradas até agora, pertenciam a …

Cientistas criam mini robô que navega pelo sistema vascular cerebral

Uma equipa de cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, aproveitou a energia hidrocinética, a energia mecânica resultante do movimento de líquidos, para chegar a lugares do corpo humano sem recorrer a …

Cientistas podem ter detetado pela primeira vez o nascimento de um magnetar devido a uma colisão colossal

Há muito tempo, no Universo distante, uma enorme explosão de raios-gama libertou mais energia em meio segundo do que o Sol irá produzir durante a sua vida inteira de 10 mil milhões de anos. Depois de …

Flor com mais de 100 milhões de anos foi preservada até agora por âmbar birmanês

Um grupo de investigadores da Oregon State University identificou um novo género de uma flor do período médio do Cretáceo. Esta foi encontrada congelada no tempo por âmbar birmanês. George Poinar Jr., professor da Faculdade de …

Novo tratamento pode travar sintomas da covid-19

No Reino Unido, uma equipa de cientistas acabou de recrutar os primeiros participantes de um novo estudo de anticorpos de longa ação. Se o tratamento for eficaz, pode dar àqueles que já foram expostos ao …

Ondulações no espaço-tempo podem fornecer pistas sobre os componentes ausentes do Universo

Quase tudo encaixa na Teoria do Universo. Alguns cientistas defendem que as ondulações subtis na estrutura do espaço-tempo podem ajudar a encontrar a peça em falta. As ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que …

O fumo dos incêndios florestais esconde uma ameaça pouco conhecida: micróbios infecciosos

Este ano foi especialmente problemático no que toca a incêndios florestais. Além das inúmeras consequências já conhecidas da inalação do fumo, há mais uma ameaça até agora pouco conhecida: pode ser uma nova rota de …

Califórnia vai ter os primeiros veículos de entrega totalmente autónomos

https://vimeo.com/498001611 Quase três anos depois de ter revelado o seu veículo de entrega autónomo, a startup Nuro teve finalmente luz verde para iniciar as operações comerciais na Califórnia. Embora seja um veículo totalmente autónomo, o R2 foi …