Contra todas as expectativas, a cerveja Corona sobreviveu ao ano em que surgiu uma pandemia com o seu nome

A pandemia do novo coronavírus surgiu no mundo e a marca mexicana de cerveja Corona temeu o pior, ou a pandemia não tivesse precisamente o nome do seu produto. Foram muitas as notícias que remeteram para o impacto negativo desta infeliz coincidência nas vendas da bebida, mas, passados mais de 10 meses, a marca parece ter dado a volta por cima.

Logo que começou a eclodir a pandemia, surgiram também algumas teorias de que a cerveja Corona não iria conseguir sobreviver ao ano de 2020, precisamente pelo seu nome ser o mesmo que o do novo vírus. O alerta foi dado e de imediato acatado pela equipa de marketing da marca desde o início.

John Alvarado, vice-presidente de marketing de marca, recorda ao WSJ que no início da pandemia a empresa se viu em mãos com problemas que todas as firmas estavam a ter. “Estávamos a enfrentar muitos dos mesmos desafios que os outros profissionais de marketing”, contudo, assume que a sua equipa teve tivemos uma tarefa mais difícil devido ao facto “do novo vírus ter o mesmo nome que a cerveja”.

No entanto, à medida que o ano foi avançando, e agora que o final de 2021 se aproxima cada vez mais, o feedback é bastante positivo, pois as vendas da cerveja Corona foram suficientemente fortes para sustentar a empresa.

As compras de cerveja da marca Corona nos EUA correspondem a 6,78% das que foram feitas no universo deste tipo de produtos até 6 de dezembro deste ano. Isto significa que os valores se mantiveram praticamente inalterados relativamente ao período equivalente ao ano anterior, de acordo com a IRI, uma empresa de pesquisa de mercado.

“Não houve nenhum tipo de impacto negativo nas vendas da Corona. Isso está claro nos dados”, disse Vivien Azer, diretora e analista de pesquisa do banco de investimentos Cowen Inc, ao jornal norte-americano. A especialista garante que a popularidade e a familiaridade da marca ajudaram-a a resistir ao impacto negativo que a pandemia de covid-19 prometia trazer.

A analista relembra que “durante os primeiros dias de confinamento, os consumidores optaram por grandes e confiáveis marcas”.

Para ultrapassar um ano que se adivinhava difícil, a Constellation Brands alicerçou os seus esforços regulares para chamar a atenção dos consumidores, mas com o passar dos meses percebeu que eram poucas as pessoas que estavam a associar a marca ao vírus que causa a covid-19, explicou Alvarado. Ainda assim, a empresa adaptou algumas campanhas à situação atual do mundo.

Em 2020 a firma lançou uma campanha de promoção de todas as marcas Corona, com o tema “La Vida Más Fina”, apresentada pelos cantores Snoop Dogg e Bad Bunny.

Atualmente, a cerveja Corona está também a exibir novamente o seu famoso anúncio de Natal “O Tannenpalm”, que fez a sua estreia em 1990 e tem aparecido todos os anos desde então, de acordo com a Constellation Brands.

“Somos uma marca otimista e este ano fez-nos ver isso. Quando pensamos sobre tudo o que aconteceu este ano, acho que essa mensagem é ainda mais necessária e fulcral”, rematou Ann Legan, vice-presidente de marketing da marca Corona.

[sc name=”assina” by=”Ana Moura, ZAP” ]
PARTILHAR

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

- Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está a …

Trovants, as estranhas "pedras vivas" da Roménia que intrigam moradores (e fascinam cientistas)

Costesti, uma pequena cidade na Roménia, é o lar de estranhas manifestações geológicas que intrigam os habitantes locais com a sua aparência orgânica. Estas "pedras vivas" inspiram mitos sobre a capacidade de crescerem e moverem-se …

Cientistas descobrem (acidentalmente) nova espécie de cobra que estava escondida, porém à vista de todos

Jeff Weinell, investigador no Instituto de Biodiversidade da Universidade de Kansas, descobriu que três espécies de cobras preservadas na coleção de biodiversidade, encontradas em missões entre 2006 e 2012, e ignoradas até agora, pertenciam a …

Cientistas criam mini robô que navega pelo sistema vascular cerebral

Uma equipa de cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, aproveitou a energia hidrocinética, a energia mecânica resultante do movimento de líquidos, para chegar a lugares do corpo humano sem recorrer a …

Cientistas podem ter detetado pela primeira vez o nascimento de um magnetar devido a uma colisão colossal

Há muito tempo, no Universo distante, uma enorme explosão de raios-gama libertou mais energia em meio segundo do que o Sol irá produzir durante a sua vida inteira de 10 mil milhões de anos. Depois de …

Flor com mais de 100 milhões de anos foi preservada até agora por âmbar birmanês

Um grupo de investigadores da Oregon State University identificou um novo género de uma flor do período médio do Cretáceo. Esta foi encontrada congelada no tempo por âmbar birmanês. George Poinar Jr., professor da Faculdade de …

Novo tratamento pode travar sintomas da covid-19

No Reino Unido, uma equipa de cientistas acabou de recrutar os primeiros participantes de um novo estudo de anticorpos de longa ação. Se o tratamento for eficaz, pode dar àqueles que já foram expostos ao …

Ondulações no espaço-tempo podem fornecer pistas sobre os componentes ausentes do Universo

Quase tudo encaixa na Teoria do Universo. Alguns cientistas defendem que as ondulações subtis na estrutura do espaço-tempo podem ajudar a encontrar a peça em falta. As ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que …

O fumo dos incêndios florestais esconde uma ameaça pouco conhecida: micróbios infecciosos

Este ano foi especialmente problemático no que toca a incêndios florestais. Além das inúmeras consequências já conhecidas da inalação do fumo, há mais uma ameaça até agora pouco conhecida: pode ser uma nova rota de …

Califórnia vai ter os primeiros veículos de entrega totalmente autónomos

https://vimeo.com/498001611 Quase três anos depois de ter revelado o seu veículo de entrega autónomo, a startup Nuro teve finalmente luz verde para iniciar as operações comerciais na Califórnia. Embora seja um veículo totalmente autónomo, o R2 foi …