Ana Gomes defende mais financiamento para investigação ligada ao mar

European Parliament / FLickr

Ana Gomes, antiga eurodeputada do Partido Socialista

A candidata presidencial defendeu, esta terça-feira, mais financiamento para a investigação ligada ao mar, área em que considera que o país tem de passar da retórica à prática para aumentar a exploração inteligente dos recursos marinhos.

“Portugal tem que passar da esplêndida retórica sobre o mar à prática”, afirmou Ana Gomes em Peniche, defendendo a criação de meios para que o país exerça “efetiva jurisdição sobre essa tremenda zona territorial que é o mar, e a terra por baixo do mar, onde há extraordinários recursos que precisam de ser identificados, mapeados, preservados e, eventualmente, explorados, mas de forma sustentável e inteligente“.

Numa ação de pré-campanha dedicada ao mar, a diplomata e ex-eurodeputada do PS visitou o Cetemares, um centro de investigação em ciências do mar e do ambiente, onde chamou a atenção para “os recursos que ficam no mar”.

Aludindo à biodiversidade, como as algas ou peixes que “não são utilizados em Portugal, não são consumidos” e são “deitados borda fora” por não se conhecerem “as [suas] aplicações”, Ana Gomes considerou tratar-se de espécies que “hoje já poderiam ser altamente rentáveis, se fossem trabalhadas”.

Reconhecendo “a importância” de centros de ciência como o Cetemares, um polo do Instituo Politécnico de Leiria (IPL) onde “se desenvolve o conhecimento científico em ligação com o mundo empresarial”, a candidata alertou para a necessidade os institutos ligados à investigação terem “muito melhor financiamento” e maior “autonomia para desenvolver os seus projetos científicos”.

Alertada pelos responsáveis do centro para a situação de precariedade de alguns investigadores, que não viram renovadas as bolsas de investigação, a antiga dirigente socialista afirmou, em declarações aos jornalistas, tratar-se de uma situação “insustentável” e que “tem que mudar”.

No final da visita, Ana Gomes defendeu ainda uma maior aposta na aquacultura, “área de que Portugal tem uma absoluta necessidade, visto ser um país “que importa peixe (…) que poderia ser produzido cá”.

Em Peniche, a candidata às eleições presidenciais que se realizam a 24 de janeiro de 2021 visitou ainda a fortaleza onde está instalado o Museu Nacional da Resistência.

O dia dedicado ao mar prossegue na Nazaré, onde durante a tarde Ana Gomes visita o Porto de Pesca, o Forte de S. Miguel e empresas ligadas à exportação de pescado.

[sc name=”assina” source=”Lusa” ]
PARTILHAR

RESPONDER

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

- Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está a …

Trovants, as estranhas "pedras vivas" da Roménia que intrigam moradores (e fascinam cientistas)

Costesti, uma pequena cidade na Roménia, é o lar de estranhas manifestações geológicas que intrigam os habitantes locais com a sua aparência orgânica. Estas "pedras vivas" inspiram mitos sobre a capacidade de crescerem e moverem-se …

Cientistas descobrem (acidentalmente) nova espécie de cobra que estava escondida, porém à vista de todos

Jeff Weinell, investigador no Instituto de Biodiversidade da Universidade de Kansas, descobriu que três espécies de cobras preservadas na coleção de biodiversidade, encontradas em missões entre 2006 e 2012, e ignoradas até agora, pertenciam a …

Cientistas criam mini robô que navega pelo sistema vascular cerebral

Uma equipa de cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), na Suíça, aproveitou a energia hidrocinética, a energia mecânica resultante do movimento de líquidos, para chegar a lugares do corpo humano sem recorrer a …

Cientistas podem ter detetado pela primeira vez o nascimento de um magnetar devido a uma colisão colossal

Há muito tempo, no Universo distante, uma enorme explosão de raios-gama libertou mais energia em meio segundo do que o Sol irá produzir durante a sua vida inteira de 10 mil milhões de anos. Depois de …

Flor com mais de 100 milhões de anos foi preservada até agora por âmbar birmanês

Um grupo de investigadores da Oregon State University identificou um novo género de uma flor do período médio do Cretáceo. Esta foi encontrada congelada no tempo por âmbar birmanês. George Poinar Jr., professor da Faculdade de …

Novo tratamento pode travar sintomas da covid-19

No Reino Unido, uma equipa de cientistas acabou de recrutar os primeiros participantes de um novo estudo de anticorpos de longa ação. Se o tratamento for eficaz, pode dar àqueles que já foram expostos ao …

Ondulações no espaço-tempo podem fornecer pistas sobre os componentes ausentes do Universo

Quase tudo encaixa na Teoria do Universo. Alguns cientistas defendem que as ondulações subtis na estrutura do espaço-tempo podem ajudar a encontrar a peça em falta. As ondas gravitacionais são ondulações no tecido do espaço-tempo que …

O fumo dos incêndios florestais esconde uma ameaça pouco conhecida: micróbios infecciosos

Este ano foi especialmente problemático no que toca a incêndios florestais. Além das inúmeras consequências já conhecidas da inalação do fumo, há mais uma ameaça até agora pouco conhecida: pode ser uma nova rota de …

Califórnia vai ter os primeiros veículos de entrega totalmente autónomos

https://vimeo.com/498001611 Quase três anos depois de ter revelado o seu veículo de entrega autónomo, a startup Nuro teve finalmente luz verde para iniciar as operações comerciais na Califórnia. Embora seja um veículo totalmente autónomo, o R2 foi …